5 dicas úteis sobre o abastecimento do seu veículo

Não temos como fugir do abastecimento do veículo, mas podemos tomar algumas precauções ao realizar esta tarefa constante de “colocar combustível”,  quem pensa que os combustíveis são todos idênticos esta ligeiramente enganado. Há uma série de casos relatados de problemas em automóveis após o abastecimento.

Para que você simplesmente não precise lidar com inconvenientes ao encher o tanque, listamos 5 dicas úteis que deve-se levar em consideração na hora de parar em algum posto de combustível, confira:

1. Abasteça com a quantidade correta.
Se, por um lado, há aqueles que o tempo todo dirigem com pouco combustível, há, adicionalmente, motoristas que se pegam pecando pelo excedente colando combustível além da que é aconselhável pela montadora. Para aqueles que, no entanto, não têm idéia, vale lembrar: É crucial conhecer a capacidade do tanque de combustível do seu automóvel, informações que podem ser descobertas no guia do proprietário, entregues no ato da compra do veículo.

Normalmente, ao encher o tanque, a bomba trava quando o limite é atingido. No entanto, alguns frentistas encorajam o motorista a adicionar um pouco mais de gasolina visando o “arredondamento” do valor. O fato é que esse processo danificar o cânister (responsável pela  filtragem de vapores).

Em resumo, o cânister  age quando o combustível é aquecido, evitando a evaporação do combustível para o meio ambiente e condensando a gasolina novamente no tanque. Se o tanque estiver cheio demais, esse filtro deixará de funcionar, levando a emissões maciças de poluição para o meio ambiente.

2. Evite rodar com o veículo na reserva.
Muitos motoristas dirigem seus veículos com o combustível apenas na reserva. Quando isto se torna algo constante podem ocorrer ocasiões inesperadas, como por exemplo ficar na mão se acabar o combustível e não houver postos de gasolina por perto.

O artigo 17 do Código de trânsito Brasileiro diz:  Antes de colocar o veículo em circulação nas vias públicas, o condutor deverá verificar a existência e as boas condições de funcionamento dos equipamentos de uso obrigatório, bem como assegurar-se da existência de combustível suficiente para chegar ao local de destino.

No mesmo código é informado as penalidades através do art.180: Ter seu veículo imobilizado na via por falta de combustível:

Infração – média; Penalidade – multa; Medida administrativa – remoção do veículo.

Ao abastecer antes de chegar na reserva, você também evita o aquecimento da bomba de combustível evitando que ela queime e também não corre riscos de passar por uma pane seca na estrada.

3. Abasteça com a gasolina correta.
Embora muitos motoristas considerem que a gasolina aditivada tem uma composição bastante diferente da normal, a verdade não é exatamente assim. A diferença entre a aditivada da comum, é que a aditivada possui mais detergentes e aditivos. Estas misturas adicionais  colaboram na limpeza interior do motor e o proteje contra atritos, proporcionando um maior tempo de vida útil das peças móveis do propulsor.

Outro tipo de gasolina que não se encontra em qualquer posto é a premium que possui uma composição bastante diferenciada além de ser muito mais cara. Este tipo premium possui maior octanagem e colabora para aumentar o rendimento em termos de litros por quilômetros rodados. Mas deve-se ficar atento pois nem todo veículo é projetado para rodar com a gasolina premium.

4. Procedência do combustível. Não se deixe enganar!

Em todo tipo de gasolina, seja ela normal, aditivada ou premium, o teor de álcool e o acréscimo de aditivos pode variar bastante. Estas alterações são bastante comuns na composição da gasolina, o grande problema é quando ocorre a adulteração do combustível com a adição de água, tíner ou querosene.

Se após um abastecimento começar a ocorrer falhas na partida e/ou no funcionamento do motor pode desconfiar da Gasolina, e para ter certeza que não foi enganado, volte no posto onde abasteceu e solicite um teste. Além disto, observe se o posto possui o selo da entidade responsável por fiscalizar este tipo de estabelecimento (Agência Nacional do Petróleo – ANP).

5. Importante conferir o filtro de combustível

Evitar que impurezas entrem na câmara de combustão e danifiquem componentes internos do motor. Esta é a função do filtro de combustível. Você pode identificar o possível momento de troca deste item se começar a notar falhas na partida. Cada veículo possui um plano de revisão preventiva, basta você verificar o manual do proprietário para evitar maiores transtornos.

Então é isto ai, esperamos que estas dicas possam te ajudar de alguma forma. Você possui mais alguma dica bacana sobre este assunto? Deixa ai nos comentários!

Conheça alguns motivos para comprar o Toyota Corolla 2.0 XEI Automático
Conheça alguns motivos para comprar um Toyota Corolla
Post anterior
5 dicas úteis sobre o abastecimento do seu veículo
Próximo posts

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *